Artes & Cultura, Rubricas, Viagens & Lazer

Ao Fim do Mundo e mais além

Fim do Mundo, Maio de 2019, Ferragudo AVISO: O Fim do Mundo pode estar bem mais próximo do que imagina. Não será anunciado no telejornal nem nas cartas da Maya. O mí(s)tico Alexandrino, firme e hirto como sempre, nem suspeita do local exacto onde a hecatombe sucede. Na verdade, encontrá-lo pode requerer um bom GPS… Continue reading Ao Fim do Mundo e mais além

Ambiente & Cidadania, Arquivo/Contacto, Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia

A Rosa e o Cravo – Canto III

Canto I Oh Rosa, onde foste p’la tarde? Oh Rosa, onde foste p’la tarde?   Fui ao campo ver o prado. Fui ao campo ver o prado.   Oh Rosa, que trazes tu do campo? Oh Rosa, que trazes tu do campo?   Flores frescas e bonitas. Flores frescas e bonitas.   Oh Rosa, que… Continue reading A Rosa e o Cravo – Canto III

Artes & Cultura, Rubricas, Viagens & Lazer

Vila Adentro, Faro, Dia de São Valentim

O Vila Adentro tem feito justiça ao seu nome no que compete a levar-nos à dissecação histórica da velhinha Ossónoba. A envolvência amuralhada e os lindíssimos painéis de azulejos segredam-nos a narrativa de um tempo que por ali se conserva carinhosamente. O lugar onde a refeição também alimenta o intelecto e os pratos se servem… Continue reading Vila Adentro, Faro, Dia de São Valentim

Artes & Cultura, Rubricas, Viagens & Lazer

Se é para comer, venham os Novos e os Velhos!

O Velho Novo, Fevereiro 2019, Ferragudo Fazendo justiça a um hábito da juventude mais vivida, o Velho gosta de estar naquela esquina fresca e soalheira da Manuel Teixeira Gomes, e talvez por honra ao patrono seja também boémio, franco e artista. Daquele cantinho pitoresco, recheado de artefactos do seu tempo, o Velho é sempre Novo… Continue reading Se é para comer, venham os Novos e os Velhos!

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Era uma vez um anão gigante – Canto I

Canto I Era uma vez um anão que tinha sonhos gigantes. Mesmo desperto sonhava coisas tão exuberantes Que a vizinhança o dizia meio homem, meio tolo, Pão mal cozido na côdea e claro está, no miolo.   Pois era tão desmedido na fome de o mundo ver Que o seu olhar se parecia com aquela… Continue reading Era uma vez um anão gigante – Canto I

Artes & Cultura

As Intermitências da Morte, de José Saramago

«No dia seguinte ninguém morreu. O facto, por absolutamente contrário às normas da vida, causou nos espíritos uma perturbação enorme, efeito em todos os aspectos justificado, basta que nos lembremos de que não havia notícia nos quarenta volumes da história universal, nem ao menos um caso para amostra, de ter alguma vez ocorrido fenómeno semelhante,… Continue reading As Intermitências da Morte, de José Saramago

Artes & Cultura

Crónica de Um Bom Malandro: o génio sacaninha de Mário Zambujal

Acrescente-se a um alentejano a experiência jornalística da velha guarda, o espírito bon vivant e o talento nato para a compreensão da malandrice lusitana. A escrita que dele resulta torna-se lugar mágico de intensa pândega entre a imaginação fértil, o humor requintado e o olhar sarcástico mas complacente sobre a humanidade que habita estas quatro… Continue reading Crónica de Um Bom Malandro: o génio sacaninha de Mário Zambujal

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

A Lenda – Canto II

Canto I Era uma vez… o vazio, Uma vasta imensidão negra e oca Sem ganância, nem fastio, Sem repugnância, nem estio, Sem a humanidade louca Presa por um fio, Apenas… frio.   Frio, pois o vazio sem estio nunca ouviu que se podia aquecer, Sem saber, pudera jamais perceber o quão bem sabe o calor,… Continue reading A Lenda – Canto II

Artes & Cultura, Rubricas, Viagens & Lazer

Tenham med…tenham muito med!

med, Dezembro 2018, Loulé Não menosprezando o prestígio de um dos melhores festivais do mundo, há em Loulé quem assuma a mesma nomenclatura e, as críticas o sugerem, idêntica qualidade. Filho do paladar mediterrânico e de mãe soberana, este menino de seis meses revela-se, com esplendor, um «Maio, Maduro Maio». Gerado no ventre louletano, divide… Continue reading Tenham med…tenham muito med!

Artes & Cultura, Rubricas, Viagens & Lazer

O Museu onde pode tocar

Museu dos Salgados, Dezembro 2018, Salgados Pode soar a mentira graúda dois gulosos irrecuperáveis virem agora falar de museus, arte, rococós e coiso e tal. E confere. O Museu dos Salgados é mesmo «só» um restaurante cujo nome se pode justificar (embora haja grande mistério no tópico) pela estrutura do antiquário centenário que o abrigou… Continue reading O Museu onde pode tocar