Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Muda, Mudança

Amiúde quer que mude este mundo em sobressalto Eu sem virtude nem saúde prá corrida nesse asfalto   Muda a Língua faz-se míngua e eu errando a toda a hora É a Língua feita muda quão sisuda está, Senhora!   É o clima lá por cima a mudar obstinado Minha sina gabardina e o sol… Continue reading Nas Asas da Poesia – Muda, Mudança

Artes & Cultura, Rubricas, Transverso

Transverso – Crescimento

Ora viva! Quem se lembra da sua infância? Quem se lembra do momento em que deixou de ser criança? Transversemos para esse belo tempo, em que as dores de crescimento se equivalem às maravilhas e terrores do descobrimento de um novo mundo e de um novo ser, nós próprios. A primeira recordação que destaco é… Continue reading Transverso – Crescimento

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – A Paisagem Mudou

A temperatura desce Os dias ficam pequenos Mais roupa acresce Nos nossos quotidianos.   A chuva aparece As folhas caem O verão desvanece Menos as pessoas saem.   As cores mudam. Alteram-se os cheiros. As bebidas fumegam, Nos fugazes encontros.   Época das castanhas, Das avelãs e nozes, Do sofá cheio de mantas, De apetite… Continue reading Nas Asas da Poesia – A Paisagem Mudou

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Outono

Muda a cor, muda a paisagem Muda o cheiro e muda o som Vemos mudar a folhagem Porque o outono chegou.   Sopra o vento, caem folhas A paisagem a mudar E a chuva que nos molha Cai para nos encontrar.   Vemos aves a partir Em famosas migrações Voam juntas a fugir Das rigorosas… Continue reading Nas Asas da Poesia – Outono

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Outrono

Caem castanhas no meu sono Perante o céu frio do gueto Descansa o cadeirão outrono Pinturas em pastel seco   Arqueio mil arco íris Do nevoeiro da fogueira Prenda do primo Osíris Um copinho d´uva lameira   Em passadas caducas O Sol acolhe o serão Estaladiças não são frutas Sementes deste verão   As cores… Continue reading Nas Asas da Poesia – Outrono

Artes & Cultura, Rubricas, Transverso

Transverso – Contos

As férias já foram há muito… Os afazeres mundanos apanham-nos e voltamos à rotina... QUEBREM A ROTINA COM O TRANSVERSO, lendo o primeiro episódio da nova temporada que nos traz o tema Contos. Os contos da carochinha e do arco da velha, por muito mórbidos que sejam, não batem as colectâneas que vos vou apresentar… Continue reading Transverso – Contos

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Outono

Tiraste-me o sono, roubaste o que penso, tornaste-me Outono, neblina que adenso   Levaste a esperança e as poucas certezas, cobraste a fiança das tuas tristezas   Fui alvo na mira do teu sofrimento, teu canto de lira perdeu-se no vento   As folhas caindo são sal que te choro, Outono despindo a dor que… Continue reading Nas Asas da Poesia – Outono

Ambiente & Cidadania, Artes & Cultura, Editorial, Rubricas

Editorial – Outubro

Eu editoro, tu editoras, ele editora… assim se conjuga o singular do presente do indicativo do verbo editorar, verbo importante de referir num editorial. E para quê evidenciar flexões gramaticais no arranque do mês quando a malta ainda está com uma ramela no olho, cara de segunda-feira e a pensar que este fim de Setembro… Continue reading Editorial – Outubro

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Férias dois dias por semana

Esta vida é boa, Ninguém o pode negar, Mas o tempo voa, Quando se está a descansar.   Sábado vem devagar, Segunda chega a correr, Mal consigo respirar, Parece que estou a morrer.   Tempo curto p’ra recuperar, De tantas horas trabalhar, Tudo tem que ser contado, É este o meu querido fado.   Hoje… Continue reading Nas Asas da Poesia – Férias dois dias por semana

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Férias

São momentos ansiados Por todos quantos trabalham Esses dias esperados Que nunca nos atrapalham.   Seja no calor do verão Ou durante o frio inverno São de uma só intenção Fugir dos dias de inferno.   São momentos merecidos Depois de toda a luta Quando estamos vencidos Pelos dias de labuta.   Fugir da confusão… Continue reading Nas Asas da Poesia – Férias