Ambiente & Cidadania, Artes & Cultura, Editorial, Rubricas

Liberdade

Apesar das cada vez mais notórias instabilidades climáticas, neste ano de 2019, Abril foi fiel ao adágio “Abril, águas mil”, e depois de um inverno seco a chuva tem finalmente caído com alguma frequência e intensidade para gáudio de quem dela depende diretamente para obter rendimentos e para quem prefere o insípido líquido a refrigerantes… Continue reading Liberdade

Artes & Cultura, Cartas da Terra, Rubricas

Carta em Viagem

Escrevo-te em viagem. No dia da Liberdade estou a caminho de Santa Comba Dão, a terra do ditador. Ironias do destino ou estranha coincidência. Uma viagem no comboio intercidades, Lisboa – Guarda. Para passar um fim de semana largo com uma amiga. Na mochila levo a expetativa de descanso ativo em caminhadas, com conversas e… Continue reading Carta em Viagem

Ambiente & Cidadania, Arquivo/Contacto, Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia

A Rosa e o Cravo – Canto III

Canto I Oh Rosa, onde foste p’la tarde? Oh Rosa, onde foste p’la tarde?   Fui ao campo ver o prado. Fui ao campo ver o prado.   Oh Rosa, que trazes tu do campo? Oh Rosa, que trazes tu do campo?   Flores frescas e bonitas. Flores frescas e bonitas.   Oh Rosa, que… Continue reading A Rosa e o Cravo – Canto III

Ambiente & Cidadania, Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

A Rosa e o Cravo – Canto II

Canto I Oh Rosa, onde foste p’la tarde? Oh Rosa, onde foste p’la tarde?   Fui ao campo ver o prado. Fui ao campo ver o prado.   Oh Rosa, que trazes tu do campo? Oh Rosa, que trazes tu do campo?   Flores frescas e bonitas. Flores frescas e bonitas.   Oh Rosa, que… Continue reading A Rosa e o Cravo – Canto II

Ambiente & Cidadania, Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

A Rosa e o Cravo – Canto I

Canto I   Oh Rosa, onde foste p’la tarde? Oh Rosa, onde foste p’la tarde?   Fui ao campo ver o prado. Fui ao campo ver o prado.   Oh Rosa, que trazes tu do campo? Oh Rosa, que trazes tu do campo?   Flores frescas e bonitas. Flores frescas e bonitas.   Oh Rosa,… Continue reading A Rosa e o Cravo – Canto I

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia

Dia da Poesia

Serás sempre oceano a afogar-se em si E entre os dias a memória da última gaivota Serás sempre como um raio de sol na noite funda Miragem E quando quiserem vestir-te de outra carne que não a tua Lembra-te que o sangue é teu Hão de chamar-te louco Mas terás nas noites todas as ruas… Continue reading Dia da Poesia