Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Era uma vez um anão gigante – Canto II

Canto I   Era uma vez um anão que tinha sonhos gigantes. Mesmo desperto sonhava coisas tão exuberantes Que a vizinhança o dizia meio homem, meio tolo, Pão mal cozido na côdea e claro está, no miolo.   Pois era tão desmedido na fome de o mundo ver Que o seu olhar se parecia com… Continue reading Era uma vez um anão gigante – Canto II

Artes & Cultura, Viagens & Lazer

Se é para comer, venham os Novos e os Velhos!

O Velho Novo, Fevereiro 2019, Ferragudo Fazendo justiça a um hábito da juventude mais vivida, o Velho gosta de estar naquela esquina fresca e soalheira da Manuel Teixeira Gomes, e talvez por honra ao patrono seja também boémio, franco e artista. Daquele cantinho pitoresco, recheado de artefactos do seu tempo, o Velho é sempre Novo… Continue reading Se é para comer, venham os Novos e os Velhos!

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Era uma vez um anão gigante – Canto I

Canto I Era uma vez um anão que tinha sonhos gigantes. Mesmo desperto sonhava coisas tão exuberantes Que a vizinhança o dizia meio homem, meio tolo, Pão mal cozido na côdea e claro está, no miolo.   Pois era tão desmedido na fome de o mundo ver Que o seu olhar se parecia com aquela… Continue reading Era uma vez um anão gigante – Canto I

Artes & Cultura, Editorial, Rubricas

Editorial – Fevereiro

Janeiro foi um mês em cheio: houve Saramago, Star Wars, Poesia e Samurais fizeram harakiri a uma mui honrada rubrica. O Grifo voou até nós, fazendo sombra a tantos bons malandros que se deliciavam com o pão do Chef Alex, que é vida para quem o come, de dia ou quando a noite cai. Esta, ainda… Continue reading Editorial – Fevereiro