Crónica Social, Rubricas

Crónica Social – Se pudesse hibernava

Pode não ser original mas juro que era uma opção. Procurava uma toca abrigada e adormecia. Dormia muito, muito, muito mesmo até um dia soalheiro e quente em que era bom acordar. De certa forma faço qualquer coisa próxima de hibernar[1] nestes tempos de inverno. Entro em modo de sobrevivência, já não porque a alimentação… Continue reading Crónica Social – Se pudesse hibernava

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – O que é o amor?

O que será o amor? Sempre eu me questionei Sem respostas encontrar.   Escrevo sobre o amor Mas, na verdade, nem sei Se sei o que é amar.   Nesta vida sem sabor Descobrir o que é o amor É a minha indagação.   Será sinónimo de dor Ou um eterno fervor Que invade o… Continue reading Nas Asas da Poesia – O que é o amor?

Ambiente & Cidadania, Fotossíntese, Rubricas

Fotossíntese – Ecológico? É lógico!

Como em tudo na vida o mais difícil é começar. Cheguei aos meus vinte e poucos anos sem grandes pensamentos acerca do que eram a proteção ambiental e as alterações climáticas, tudo na minha vida estava centrado em mim e nos meus objetivos pessoais ou profissionais. Fazia reciclagem, um hábito sempre incutido cá por casa,… Continue reading Fotossíntese – Ecológico? É lógico!

Ambiente & Cidadania, Naturopédia, Rubricas

Naturopédia – Nº2, Salamandra-lusitânica

Salamandra-lusitânica (Chioglossa lusitanica) (VU – Vulnerável) A salamandra-lusitânica (Chioglossa lusitanica) possui um corpo delgado e uma longa cauda, que corresponde a cerca de 2/3 do seu comprimento total. Ao longo do dorso possui duas bandas de um belo dourado ou vermelho-cobre, que se prolongam sobre a cauda numa única banda da mesma cor. O ventre apresenta… Continue reading Naturopédia – Nº2, Salamandra-lusitânica

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Amor

Amor é isolação Gelo no coração Medo e separação Saudade da tua mão   Amor é um vazio Frio de arrepio Vento de assobio Sem mar e sem rio   Amor é solidão Prego no paredão A onda no pontão Saudade da tua mão   Amor é um bugio Sem luzidio Solar d´ausente brio Vida… Continue reading Nas Asas da Poesia – Amor

Artes & Cultura, Rubricas, Viagens & Lazer

Novo Fado do 31

I É em Faro capital vai de carro ou vai a pé e vê se vais em jejum. Tudo sabe a Portugal Ó-la-ri-ló pes-ta-ré no Bistro do 31! À porta, a pasteleira e uma esplanada jeitosa logo 2 dedos de prosa e começa a cavaqueira. Agrada à vista a madeira, os tachos e a loiça… Continue reading Novo Fado do 31

Artes & Cultura, Rubricas, Transverso

Transverso – Carnaval

Fevereiro, Mês de Carnaval, de euforia brasileira, caretos pululantes e chocalhantes, matrafonas ariscas e carros de escárnio e maldizer. Esqueçam! No Transverso vamo-nos mascarar de monge e contemplar os instantes da eternidade, com poesia, histórias de aventuras filosóficas e um programa de rádio.   Pelos haikus minimalistas de José Tolentino Mendonça em “A Papoila e o… Continue reading Transverso – Carnaval

Ambiente & Cidadania, Naturopédia, Rubricas

Naturopédia – Nº1, Lince Ibérico

Lince Ibérico (Lynx pardinus) (EN – Em Perigo) O Lince Ibérico é um felino endémico em Portugal e Espanha. De porte médio, como as restantes espécies do género Lynx, o Lince Ibérico é, no entanto, ligeiramente mais pequeno que o lince Euroasiático, tendo em média um comprimento compreendido entre os 85cm e 1,10m e uma… Continue reading Naturopédia – Nº1, Lince Ibérico

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Sem saída

  Em cada dia volvido, em cada beijo trocado Em cada gesto escondido,  em cada abraço apertado, Há um sentimento fervido,  em lume brando e salgado.   Em cada boca sorrindo à luz da pele que desnuda, Em cada ânsia pedindo a emoção que não muda, Há sentimentos florindo, há uma saudade sisuda.   Em… Continue reading Nas Asas da Poesia – Sem saída

Ambiente & Cidadania, Artes & Cultura, Editorial, Rubricas

Editorial – Fevereiro

Vivemos tempos curiosos. Tempos em que uma série de paradigmas paradoxais, que sistematicamente contradizem a lógica, a eficiência ou a construção de valor, são impostos pela força daqueles que controlam mercados e opiniões, recursos e milhões, com o objectivo de empobrecer, embrutecer, emburrecer, tornar dependentes das falsas realidades que vão construindo, os incautos que, presos… Continue reading Editorial – Fevereiro