Ambiente & Cidadania, Naturopédia, Rubricas

Naturopédia – Nº15, Grifo

Grifo (Gyps fulvus)  – (LC - Pouco Preocupante) Embora nos remeta para o nome de uma criatura mitológica, o grifo é na verdade, uma das três espécies de abutre que ocorrem em Portugal. O grifo é uma ave da família Accipitridae, à qual pertencem várias espécies de aves de rapina que habitam partes diferentes do… Continue reading Naturopédia – Nº15, Grifo

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

A Lenda – Canto II

Canto I Era uma vez… o vazio, Uma vasta imensidão negra e oca Sem ganância, nem fastio, Sem repugnância, nem estio, Sem a humanidade louca Presa por um fio, Apenas… frio.   Frio, pois o vazio sem estio nunca ouviu que se podia aquecer, Sem saber, pudera jamais perceber o quão bem sabe o calor,… Continue reading A Lenda – Canto II

Artes & Cultura, Rubricas, Viagens & Lazer

Tenham med…tenham muito med!

med, Dezembro 2018, Loulé Não menosprezando o prestígio de um dos melhores festivais do mundo, há em Loulé quem assuma a mesma nomenclatura e, as críticas o sugerem, idêntica qualidade. Filho do paladar mediterrânico e de mãe soberana, este menino de seis meses revela-se, com esplendor, um «Maio, Maduro Maio». Gerado no ventre louletano, divide… Continue reading Tenham med…tenham muito med!

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

A Lenda – Canto I

Era uma vez… o vazio, Uma vasta imensidão negra e oca Sem ganância, nem fastio, Sem repugnância, nem estio, Sem a humanidade louca Presa por um fio, Apenas… frio.   Frio, pois o vazio sem estio nunca ouviu que se podia aquecer, Sem saber, pudera jamais perceber o quão bem sabe o calor, O calor… Continue reading A Lenda – Canto I

Editorial, Rubricas

Editorial – Janeiro

MMXVIII acabou!!! Para alguns foi a bi-milésima décima oitava rotação da Terra em redor do Sol desde o nascimento de Jesus de Nazaré, para outros o bi-milésimo ducentésimo vigésimo dia depois do fim do mundo porque os Maias acharam desperdício de tempo fazer calendários com mais de 500 anos de avanço, os imprevidentes. Para nós,… Continue reading Editorial – Janeiro

Ambiente & Cidadania, Fotossíntese, Rubricas

Fotossíntese – Será que o pai natal tem livro de reclamações?

Natal! Já cá está outra vez! Os pais natal já invadiram os anúncios publicitários e já tenho dificuldade em encontrar uma rádio que não passe música natalícia (quando gostamos de boa música temos dificuldade em apreciar este género típico). Músicas à parte, o espirito natalício já anda por aí e ficamos todos mais leves e… Continue reading Fotossíntese – Será que o pai natal tem livro de reclamações?

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – A vida é feita de mudanças

A vida é feita de mudanças Que nos vêm transformar E só deixam as lembranças Do que já não vai voltar.   Há histórias que acabam Para outras começar E lugares que te marcaram, Mas que tens que abandonar.   E o dia, que desperta, Traz o sol que acordou E uma saudade, que aperta,… Continue reading Nas Asas da Poesia – A vida é feita de mudanças

Artes & Cultura, Rubricas, Viagens & Lazer

O Museu onde pode tocar

Museu dos Salgados, Dezembro 2018, Salgados Pode soar a mentira graúda dois gulosos irrecuperáveis virem agora falar de museus, arte, rococós e coiso e tal. E confere. O Museu dos Salgados é mesmo «só» um restaurante cujo nome se pode justificar (embora haja grande mistério no tópico) pela estrutura do antiquário centenário que o abrigou… Continue reading O Museu onde pode tocar

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Muda, Mudança

Amiúde quer que mude este mundo em sobressalto Eu sem virtude nem saúde prá corrida nesse asfalto   Muda a Língua faz-se míngua e eu errando a toda a hora É a Língua feita muda quão sisuda está, Senhora!   É o clima lá por cima a mudar obstinado Minha sina gabardina e o sol… Continue reading Nas Asas da Poesia – Muda, Mudança

Artes & Cultura, Rubricas, Transverso

Transverso – Crescimento

Ora viva! Quem se lembra da sua infância? Quem se lembra do momento em que deixou de ser criança? Transversemos para esse belo tempo, em que as dores de crescimento se equivalem às maravilhas e terrores do descobrimento de um novo mundo e de um novo ser, nós próprios. A primeira recordação que destaco é… Continue reading Transverso – Crescimento