Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

A Transformação do Oceano – Canto I

54228810_265036447752458_2830849404770975744_n

Era uma vez um oceano que tinha secado

E num imenso deserto se havia tornado

E, a cada momento, ousava sonhar

Com um passado ao qual desejava voltar.

 

O sol lá bem alto no céu a brilhar,

O calor que tudo conseguiu secar

E a chuva que não mais se viu a cair

Tiraram-lhe a vontade de sorrir.

 

A água, a vida, a imensidão

Hoje não são mais que desolação

E as ondas, correntes e cada maré

São meras memórias do que já não é.

Marco Gago

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s