Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Nascer da aurora

aurora-borealis-3d-model-blend

Recarrego as minhas baterias

Nas recordações de uma viagem

E em todas as noites frias

Me lembro da mesma paisagem.

 

Uma chama acolhedora

Numa fogueira quase apagada

Assistia ao nascer da aurora

Uma família no chão sentada.

 

Tamanha era a felicidade

Que a todos nos arrebatava

E, ainda há pouco, com saudade

Aqueles sorrisos recordava.

 

Tamanha é a minha emoção

De àquele lugar querer voltar

Quem sabe na próxima estação

Eu volte para lá ficar.

Tânia Araújo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s