Ambiente & Cidadania, Fotossíntese, Rubricas

Fotossíntese – Eis que chega Biork!

cropped-04-BIORK-2Imagina um viking de barbas agrestes e cabelo russo comprido nas suas batalhas corpo a corpo, em terras longínquas com um frio de rachar. Muito exercício, muito suor!

Biork, o nome do… produto que trazemos nesta fotossíntese, um desodorizante que este viking poderia usar com impacto mínimo no ambiente.

Problema: O problema é o mesmo de sempre, os plásticos que utilizamos na nossa higiene pessoal quase diariamente e que não são recicláveis. Lá vão eles parar aos aterros ou oceanos, permanecendo décadas infindáveis. Temos uma grande hipótese de os nossos tetranetos poderem vir a encontrar numa praia (as que sobrarem com a subida do nível do mar) um desodorizante pertencente à sua tetra avó, qual achado arqueológico.

Solução: O seu nome nasceu da simbiose perfeita entre orgânico (bio) e cortiça (cork). O primeiro desodorizante de cristal totalmente ecológico desde o produto até à sua embalagem. Isto quer dizer que nada do que constitui este pequeno objeto prejudica o seu utilizador e o ambiente que o rodeia. A pedra de alúmen, de que é feito, é composta de alumínio de potássio puro. Alúmen é um cristal natural formado a partir de sal de potássio e sulfato de alumínio. Apesar de o alúmen ter um composto natural de sulfato de alumínio, este não é prejudicial para a saúde como os cloretos de alumínio.

Ao contrário dos desodorizantes comuns, o Biork não utiliza cloretos de alumínio, perfumes artificiais, parabenos ou álcool, sendo desenvolvido sem recursos a testes em animais. A sua embalagem é composta por cortiça portuguesa (sim, leste bem!), um material totalmente reciclável e nacional.

Captura-de-ecrã-2018-03-28-às-09.51.51

Provavelmente estás a pensar como é que um pequeno cristal, vulgo calhau brilhante, me irá salvar num autocarro cheio de humanos sem ar condicionado? A verdade é que esta pedra de alúmen tem uma acção anti bacteriana que neutraliza o mau odor (só de quem usa), sem infiltrar na pele, permanecendo até 24 horas após a sua aplicação. Ou seja, acabaram-se os dias em que usas o cheiro do teu desodorizante como se fosse Chanel nº5! A partir de hoje vais cheirar apenas a natureza!

A sua aplicação é bastante fácil, basta humedecer a pedra mineral com umas gotas de água e aplicar diretamente na pele. Não arranha, nem faz cócegas.

Mas a melhor notícia vem no final: O fantástico Biork pode permanecer contigo durante o período médio de dois anos, permitindo-te poupar dinheiro! A garantia é dada pela marca TrueNat e promove uma nova experiência de aquisição e utilização de produtos de higiene, normalmente, de utilização limitada no tempo  e geradora de resíduos não recicláveis.

Este produto pode ser adquirido nas montanhas da Malásia (boa viagem!) ou, se preferires, em lojas como a Pegada Verde (Lisboa), Maria Granel (Lisboa) e também em formato online.

Desafio:

Troca o teu desodorizante habitual por uma simples pedra natural.

biork-new-017-400x400

Sempre em fotossíntese até à próxima dica!

Sofia Ramalho

3 opiniões sobre “Fotossíntese – Eis que chega Biork!”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s