Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Viagens

Viagem

Como sementes crescemos juntos

Viajamos para vários lugares

E quando ficamos adultos

Mudam-se as marés e os mares

 

De mim a ti são zero segundos

Vives em mim no momento

Contigo vou a mil mundos

Contigo velejo no vento

 

De mim a ti não é nada

Sem espaço nem dimensão

Não há sequer uma escada

Sem corrimão e em vão

 

Levo-te comigo ao lado

Do meu surreal consciente

Por muito que seja errado

Estarei sempre presente

Paulo D. de Sousa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s