Ambiente & Cidadania, Cartas da Terra, Rubricas

Cartas da Terra

Caxias, 30 de Junho de 2018 Caro leitor ou leitora Escrevo-lhe a si e tento explicitar-me. Achando que é mais uma necessidade minha do que sua, mas mesmo assim. Tenho esta mania de tentar justificar o que faço. Precisei de um tempo de pousio. Entre o final da Crónica Social e um outro ciclo que… Continue reading Cartas da Terra

Artes & Cultura, Rubricas, Viagens & Lazer

Verão à mesa

Este ano o bom tempo tardou em chegar, mas quando atracou, gritou por petiscos. Desta vez a tripulação teve uma baixa, fazendo com que o diário desta viagem seja mais modesto, mas com a ajuda do encarregado de navegação Carlos Monteiro, dotado de conhecimento e simpatia, o manuseamento das cartas conduziu o barco a bom… Continue reading Verão à mesa

Artes & Cultura, Rubricas, Transverso

Transverso – Andróides

Profetas, filhos, demónios ou escravos? Este mês falamos de androids, seres sintéticos feitos à imagem do Homem, assustadoramente superiores aos seus criadores, fazem-nos questionar a imagem que vemos no espelho. Percorramos então alguns dos androids do cinema, metáforas da sociedade moderna e, provavelmente, futura. Comecemos pelo android mais antigo desta lista, o Maschinenmensch Maria do… Continue reading Transverso – Andróides

Ambiente & Cidadania, Naturopédia, Rubricas

Naturopédia – Nº9, Lacrau

Lacrau (Buthus ibericus) – DD ( Dados Deficientes) O lacrau é nada mais, nada menos, o nome popular da única espécie de escorpião, que ocorre em Portugal. Graças a estudos morfológicos e genéticos foi recentemente diferenciada a espécie ibérica, da europeia (Buthus occitanus), que até à data se pensava tratar da mesma espécie. O lacrau… Continue reading Naturopédia – Nº9, Lacrau

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Nascer da aurora

Recarrego as minhas baterias Nas recordações de uma viagem E em todas as noites frias Me lembro da mesma paisagem.   Uma chama acolhedora Numa fogueira quase apagada Assistia ao nascer da aurora Uma família no chão sentada.   Tamanha era a felicidade Que a todos nos arrebatava E, ainda há pouco, com saudade Aqueles… Continue reading Nas Asas da Poesia – Nascer da aurora

Artes & Cultura

As Teias da Primeira Revolução Portuguesa

É o título do mais recente livro de Valentino Viegas, publicado pela Obnósis Editora em Maio. A narrativa transporta-nos para a segunda metade do século XIV, para os tempos atribulados que se seguiram à morte do rei D. Fernando, cuja única filha e herdeira, era casada com o rei de Castela. Com a independência de… Continue reading As Teias da Primeira Revolução Portuguesa

Ambiente & Cidadania, Fotossíntese, Rubricas

Fotossíntese – Eis que chega Biork!

Imagina um viking de barbas agrestes e cabelo russo comprido nas suas batalhas corpo a corpo, em terras longínquas com um frio de rachar. Muito exercício, muito suor! Biork, o nome do… produto que trazemos nesta fotossíntese, um desodorizante que este viking poderia usar com impacto mínimo no ambiente. Problema: O problema é o mesmo… Continue reading Fotossíntese – Eis que chega Biork!

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Quantas viagens eu faço?

Quantas viagens eu faço, Mesmo sem me deslocar? Viajo no tempo e no espaço Para me poder encontrar.   Viajo na minha mente Num labirinto sem fim E percebo, de repente, Que a vida me sorri.   Alegrias e tristezas Encontro em cada viagem E um mundo de incertezas Trago na minha bagagem.   Cada… Continue reading Nas Asas da Poesia – Quantas viagens eu faço?

Ambiente & Cidadania, Naturopédia, Rubricas

Naturopédia – Nº8, Camaleão do Mediterrâneo

Camaleão do Mediterrâneo (Chamaeleo chamaeleon) (LC – Pouco Preocupante) O camaleão do mediterrâneo (Chamaeleo chamaeleon) é a única espécie da família dos camaleonídeos existente em Portugal, ocorrendo em território nacional apenas numa estreita faixa do litoral Sul Algarvio, sensivelmente de Vila Real de Santo António a Lagos. É uma espécie arborícola, podendo ser encontrada nos… Continue reading Naturopédia – Nº8, Camaleão do Mediterrâneo

Artes & Cultura, Nas Asas da Poesia, Rubricas

Nas Asas da Poesia – Viagens

Como sementes crescemos juntos Viajamos para vários lugares E quando ficamos adultos Mudam-se as marés e os mares   De mim a ti são zero segundos Vives em mim no momento Contigo vou a mil mundos Contigo velejo no vento   De mim a ti não é nada Sem espaço nem dimensão Não há sequer… Continue reading Nas Asas da Poesia – Viagens